Benefícios da corrida para as mulheres

Com a corrida, que eleva o sistema imune, a mulher atleta tem melhorias na produção de hormônios, diminui a TPM e retarda a menopausa.

Entre as mulheres, são comuns as reclamações dos incômodos causados pelo ciclo menstrual, como as dores, cólicas e, é claro, a temida TPM (tensão pré-menstrual). O que muitas delas não sabem é que o bom funcionamento dos mecanismos de produção de hormônios — responsáveis por tanto sofrimento — estão ligados à imunidade baixa. E que a corrida é uma excelente ferramenta para garantir maior bem-estar.

De acordo com os especialistas, a prática das passadas contribui para evitar gripes e outras doenças e, no caso da mulher atleta, outras áreas são ajudadas. “Os benefícios no ciclo menstrual são visíveis, inclusive na melhora da TPM”, explica a ginecologista do esporte Maita Poli de Araújo.

A também ginecologista Rosa Neme faz um alerta para a mulher que pratica a corrida com cargas de treino muito intensas: “Nesse caso, o exercício pode contribuir aumentando a imunidade, mas gera um bloqueio hormonal que faz com que a mulher pare de menstruar”, explica.

Melhoras na fertilidade?

Segundo Rosa, a corrida, por coordenar os hormônios ovarianos, faz com que exista maior tendência a retardar a falência destes (motivo da menopausa). “Além disso mulheres que praticam exercícios físicos tendem a ter melhor resposta dos ovários em ciclos de reprodução assistida na estimulação desses órgãos”, completa.

Já Maita explica que ainda não é possível relacionar a corrida com a fertilidade. “Podemos afi rmar que existe uma relação direta entre o sistema imune e a fertilidade entre as mulheres não atletas. Já essa relação entre aquelas que praticam esportes ainda precisa ser estudada”, diz.

Cuidados para estar sempre bem

Com a imunidade baixa, as mulheres podem sofrer de diversos problemas. “Principalmente sintomas de infecções ginecológicas — a candidíase é a principal delas. Outras infecções podem aparecer, como as urinárias, além de maior predisposição a sintomas de gripe, entre outras”, explica Rosa.

Além disso, a ginecologista Maita alerta: “As vantagens da corrida para o sistema imune existem apenas para aquelas que praticam o exercício de maneira correta, com acompanhamento e respeitando os dias de descanso”.

Para o futuro

A bióloga e mestre em imunogenética Roberta Foster de Paiva está realizando uma pesquisa sobre o sistema imunológico da mulher e a prática de exercícios físicos como parte de seu doutorado na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). “O trabalho fará parte de um projeto envolvendo mulheres atletas, em que serão avaliados vários aspectos, dentre eles as alterações imunológicas que se desenvolvem em modalidades esportivas de alta performance”, explica a especialista.

Fonte: O2 por minuto

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s